Subscrever RSS
banner

Microsoft Imagine Academy na ReMA

7865_Noticia_510x_1

ReMA e Microsoft assinaram no início de Fevereiro um protocolo que proporcionará formação de alta qualidade, ministrada através do organismo que gere a Rede de Mediatecas de Angola (ReMA) por instrutores da «Microsoft Imagine Academy» no nosso país.

Na cerimónia de assinatura do acordo de cooperação, realizada na sala de conferências da Mediateca Zé Dú, no Cazenga, António Oliveira, representante da Microsoft em Angola, manifestou a sua satisfação pela oportunidade de contribuir na concretização das metas da Rede de Mediatecas de Angola e muito em particular da sua missão educativa.

7865_Noticia_510x_2

O representante da multinacional realçou as competências sem precedentes que o programa «Microsoft Imagine Academy Certification» transmitirá aos formandos, sob égide da ReMA, que aumentarão as possibilidades de empregabilidade na indústria local, validando as suas habilitações em tecnologia e potenciando as perspectivas de carreira de êxito.

As certificações, ao abrigo do protocolo estabelecido estarão disponíveis para todos os funcionários da ReMA, todos os usuários inscritos na Rede de Mediatecas de Angola, sector académico e por fim todos os interessados nas certificações Microsoft.

Com arranque previsto para o início do mês de Março, em todas as mediatecas dos pais, beneficiando maioritariamente a camada estudantil estarão disponíveis na Academia Microsoft os seguintes percursos:

Produtividade – Literacia digital, Windows, Office 365, Power Point e Excel;

Ciências de Computação – Programação básica, conceitos de programação e desenvolvimento de aplicativos;

Infraestrutura TI – Administração de infraestruturas na nuvem (Cloud), clientes, dispositivos, bases de dados e Office 365.

Na «Microsoft Imagine Academy», será possível obter as seguintes certificações:

Microsoft Office Specialist (MOS) – Especialistas em ferramentas de produtividade Microsoft Office, destinado a estudantes dos ensino primário com mais de 12 anos de idade.

Microsoft Certified Educator (MCE) – Formadores certificados Microsoft, esta formação de formadores é especialmente destinado a professores.

Microsoft Certified Professional (MCP) – Destinada a estudantes dos ensinos secundário e universitário, esta certificação técnica e exame de alto nível está especialmente orientada a indivíduos que trabalham ou estudam já nesta área de tecnologia e dominam objectivamente as principais práticas.

7865_Noticia_510x_3

No âmbito da cerimónia de assinatura deste protocolo, a que se juntaram também outros de relevante interesse no mesmo evento, o coordenador da Rede de Mediatecas de Angola e Secretário de Estado para as Tecnologias de Informação e Comunicação, Prof. Dr. Pedro Sebastião Teta, proferiu importante discurso que se reproduz:

«Excelentíssimos Senhores membros do Executivo
Excelentíssimos Senhores Deputados
Excelentíssimos Senhores membros do Corpo Diplomático
Excelentíssimos Senhores Parceiros
Minhas Senhoras e meus Senhores
Ilustres Convidados

Em nome da Rede de Mediatecas de Angola, quero agradecer, muito sensibilizado, pelo facto de se terem dignado a estarem presentes nesta Cerimónia de Assinatura de Acordos de Parceria entre a Rede de Mediatecas de Angola e os Parceiros Nacionais e Internacionais.

Quero desejar as boas vindas e agradecer, de forma muito especial, a Microsoft Corporation, pela oportunidade em brindar os jovens e docentes Angolanos na suma imersão na formação científica no domínio das Tecnologias de Informação, com destaque para os módulos Microsoft Office Speciality, Microsoft Tecnology Associate, Microsoft Certified Professional, que iniciará logo após a assinatura deste memorando.

Minhas Senhoras e Meus Senhores

Permitam-me, por esta ocasião, agradecer o esforço e apoio do Governo de Angola e em particular de Sua Excelência Senhor Presidente da República Engº José Eduardo dos Santos, que não tem poupado esforços em prol da juventude, promovendo este extraordinário projecto que é a Rede de Mediatecas de Angola com uma enorme capilaridade a nível do território Nacional, tendo ultrapassado os 1.200.000 Utentes desde o lançamento da primeira Mediateca em 2012.

As Tecnologias de Informação têm uma grande incidência na economia, no crescimento e na estrutura de produção das profissões e do emprego, assim como influencia a forma de relacionamento entre as pessoas e forma de gestão do seu tempo.

As Tecnologias de Informação e da Comunicação abrem novas perspectivas à sociedade do futuro. Já hoje a informação, uma vez produzida, circula instantaneamente, pode ser recebida, tratada, incorporada em esquemas lógicos e transformada por cada um de nós em conhecimento pessoal, em acréscimo de compreensão, de sabedoria, de autoformação, em valor acrescentado para o mercado ou a sociedade.

Contudo, a democratização da sociedade passa também pela possibilidade da grande maioria da população ter acesso as Tecnologias de Informação e pela capacidade real de utilizá-las. Caso contrário elas podem tornar-se num poderoso factor de exclusão social.

Um meio privilegiado de actuação para combater a desigualdade de condições de acesso é o sistema de ensino. As escolas do ensino básico e secundário terão de desemprenhar um papel fundamental na eliminação das assimetrias com origem em diferentes condições de acesso, que são uma função do estrato económico, mas isto só será possível conferindo uma formação certificada aos docentes e recém-formados no domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Angola continua a ser dependente nos aspectos de recrutamento de especialistas certificados no domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação e a Rede de Mediatecas de Angola, tendo em conta a sua capilaridade e infraestruturas existentes a nível do território, não podia ficar alheia a esta demanda que contribui para a diversificação da economia e redução da exportação de divisas para o exterior.

Hoje existe uma vontade em multiplicar o número de escolas de forma a satisfazer a demanda, mais acima de tudo a população quer uma educação de qualidade e é indispensável e urgente melhorar o ensino das Tecnologias assim como o ensino técnico a todos os níveis. É indispensável reformular-se os currículos escolares a todos os níveis de forma que o ensino das ciências e tecnologia seja uma realidade e para tal, é preciso potenciar os docentes, conferindo-lhes uma formação certificada alinhada aos padrões internacionais.

Minhas Senhoras e Meus Senhores

Finalmente podemos concluir que as novas tecnologias só terão impacto directo no desenvolvimento humano do nosso país, caso se faça investimentos numa formação certificada de acordo aos padrões internacionais aceites se continua a fazer investimentos massivos em infraestruturas de telecomunicação, energia, sem descurar em primeiro lugar o factor formação do homem.

Muito obrigado pela Vossa atenção.

Declaro aberta esta sessão de assinatura dos acordos de parcerias…»

 
 

Outros artigosVoltar à Página Principal

Candidato João Lourenço visitou Mediateca do Cazenga

Candidato João Lourenço visitou Mediateca do Cazenga

Acompanhado pelo coordenador da Rede de Mediatecas de Angola, Pedro Sebastião Teta, que cumulativamente desempenha das funções de Secretário de Estado para as Tecnologias de Informação e Comunicação, o atual Ministro da Defesa Nacional e candidato pelo MPLA à Presidência da República, nas eleições gerais de agosto próximo, João Manuel Gonçalves Lourenço, visitou demoradamente a

ReMA alargou parcerias

ReMA alargou parcerias

Desde o passado dia 13 de Fevereiro que a Rede de Mediatecas de Angola (ReMA) passou a contar com um novo grupo de parceiros de cooperação de onde se destacam a Microsoft, Cruz Vermelha de Angola, Faculdade de Medicina da Universidade Agostinho Neto, Da Banda, Tralect Internacional, Legis Palop, o jornalista Victor Hugo Mendes e

Mediateca do Huambo acolheu Encontro da Educação

Mediateca do Huambo acolheu Encontro da Educação

A Direcção Municipal da Educação, Ciências e Tecnologia promoveu durante três dias, na Mediateca do Huambo, o «I Encontro técnico municipal da educação», tendo a sua abertura ocorrido no passado dia 6 de Fevereiro. Sob o lema «Um olhar atento sobre a problemática de ensino de qualidade no ensino primário – análise e perspectivas de

«Conversa Dura» com Zola Vida

«Conversa Dura» com Zola Vida

A Mediateca 28 de Agosto realizou, no passado mês de Outubro, mais uma sessão do «Conversa Dura», rúbrica regular do Clube de Leitura que acolheu nesta edição Zola Vida, autor da obra de poesia «Contemplando o invisível». Na sessão, o escritor Zola Vida teve a oportunidade de explicar os seus primeiros passos no mundo da

ReMA deseja Feliz e Próspero Ano de 2017

ReMA deseja Feliz e Próspero Ano de 2017

A Rede de Mediatecas de Angola (ReMA) endereça a todos os seus utentes, colaboradores, parceiros e população angolana em geral os mais sinceros votos de um Feliz e Próspero Ano Novo de 2017 !

Ler mais

Rede de Mediatecas de Angola

Redes Sociais

© ReMA 2012 | Rede de Mediatecas de Angola | Todos os direitos reservados.