Subscrever RSS
banner

Comunicado de Imprensa: Mais de 200 mil no primeiro no primeiro ano nas Mediatecas

No final do primeiro ano de actividade, a Rede de Mediatecas de Angola ( ReMA ) ultrapassou a fasquia dos 200 mil visitantes, beneficiando particularmente alunos e professores dos diversos graus de ensino, que são o alvo prioritário das novas infraestruturas e constituem mais de 95 por cento dos utentes.

A ReMA é uma iniciativa do Presidente da República de Angola para a construção, apetrechamento e funcionamento de 25 Mediatecas em todo o País. Actualmente, existem quatro Mediatecas em pleno funcionamento – Luanda, Soyo, Benguela e Lubango – contando com mais de 40 mil publicações físicas e cerca de 350 mil conteúdos digitais, dispondo de mais de 700 equipamentos instalados, desde computadores fixos e portáteis a leitores de vídeo, passando por tablets, leitores de livros eletrónicos e consolas de jogos.

O Secretário de Estado das Tecnologias de Informação, S. Exa. Professor Pedro Sebastião Teta, responsável pela execução da ReMA, apresentou na passada segunda-feira em conferência de imprensa os êxitos alcançados pela ReMA no primeiro ano de actividade do projeto.

No acto, o Professor Pedro Sebastião Teta destacou que «o primeiro ano de actividade da Rede de Mediatecas de Angola, comprovou a sua Missão de constituir-se como instrumento de tracção do desenvolvimento territorial (económico e social), que favoreça uma melhoria nas possibilidades de acesso e criação de conhecimento e um aumento do potencial do capital humano angolano, em particular para a população estudantil de Angola» que representou 95% dos mais de 210.000 mil visitantes registados no primeiro ano de actividade.

Actualmente, a Rede de Mediatecas de Angola conta com 4 unidades em funcionamento ¬ – Luanda, Benguela, Lubango e Soyo. Estando já construídas e prestes a entrar em funcionamento (no primeiro trimestre de 2014) as Mediatecas de Huambo e Saurimo.

Respeitando integralmente, em termos temporais e orçamentais, o seu plano de implementação a ReMA iniciou, em Novembro de 2013, a sua segunda fase de desenvolvimento que será concretizada com a inauguração de seis novas mediatecas – Uíge, Malange, Luanda-Cazenga, Kuíto, Cabinda e Ondjiva – no trimestre de 2015.

Tendo em conta o impacto das mediatecas junto da juventude e no âmbito do programa de melhoria da qualidade de vida da juventude será inaugurado em Fevereiro 2014 a primeira mediateca de proximidade, prevendo-se a cobertura das 18 províncias em 2014 com pelo menos uma mediateca deste tipo.

Deste modo, prevê-se que a totalidade das 25 Mediatecas (fixas) estejam concluídas até 2017 e as 18 Mediatecas de proximidade estejam concluídas no final de 2014, concretizando o objectivo de abranger a totalidade do território nacional, dispondo de, pelo menos, uma Mediateca por cada província e mais uma mediateca de proximidade para ir ao encontro dos jovens nos respectivos municípios.

Outro aspecto destacado, no referido evento, é o importante contributo da actividade da Rede de Mediatecas de Angola para a concretização do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND 2013-2017) de Angola, nomeadamente através da criação, desde o seu início, de 134 novos postos de trabalho onde 85% dos colaboradores tem menos de 28 anos e 55% das funções são ocupadas por mulheres.

Adicionalmente, a Rede de Mediatecas de Angola, no âmbito das suas funções, realizou 261 acções de formação e acções de formação pedagógica as quais contaram com 13.242 participantes.

No final da conferência de imprensa, em função dos resultados alcançados, da opinião dos mais de 30 parceiros e instituições internacionais que, ao longo de 2013 visitaram a Rede de Mediatecas de Angola, e das diversas apresentações realizadas em fóruns internacionais o Professor Pedro Sebastião Teta destacou que «de forma muito acelerada a ReMA posiciona-se como uma referência nacional e internacional, a partir de um conceito de Mediateca inovador, orientado para o desenvolvimento territorial de países emergentes».

A ReMA em números:

  • As quatro Mediatecas em funcionamento ultrapassaram os 213 mil visitantes desde a abertura da primeira Mediateca;

  • O número de visitantes mensal cresceu intensamente ( 137% entre Janeiro e 20 de Dezembro de 2013 );

  • O actual acervo bibliográfico conta com 43.320 publicações físicas e 343.900 conteúdos digitais, prevendo-se o seu aumento durante o ano de 2014;

  • Foram realizados 684 eventos nas Mediatecas em 2013, com mais de 13 mil participantes (em eventos próprios, acções de formação e animação pedagógica, conferências, palestras e eventos de entidades externas);

  • Foram realizados 684 eventos nas Mediatecas em 2013, com mais de 13 mil participantes (em eventos próprios, acções de formação e animação pedagógica, conferências, palestras e eventos de entidades externas);

  • Parque tecnológico com mais de 700 equipamentos eletrónicos instalados e disponíveis para a Comunidade (PC’s, portáteis, iPad’s, leitores de livros eletrónicos, Playstation’s, XBOX’s, televisões e leitores de vídeo);

  • A construção da Mediateca do Huambo já foi terminada, estando em fase de apetrechamento tecnológico e de mobiliário, estando a sua inauguração prevista para o início de Fevereiro de 2014;

  • A Mediateca de Saurimo (da 1ª fase da Rede) encontra-se na fase final de construção, estando prevista a sua inauguração para Abril de 2014;

  • Os concursos públicos das Mediatecas da 2ª fase da Rede já foram lançados, prevendo-se o arranque da sua construção para o início de 2014 – Uíge, Malange, Luanda-Cazenga, Kuíto, Cabinda e Ondjiva;

  • Número de postos de trabalho criados: 134

  • Percentagem de colaboradores com menos de 28 anos: 85%

  • Percentagem de colaboradores do sexo feminino: 55%

  • Forte aposta na formação permanente, orientada para melhoria da prestação de serviço, resultante das mais de 152 acções de formação desenvolvidas.

Rede de Mediatecas de Angola Rema, em Luanda aos 23 de Dezembro 2013

 
 

Outros artigosVoltar à Página Principal

Microsoft Imagine Academy na ReMA

Microsoft Imagine Academy na ReMA

ReMA e Microsoft assinaram no início de Fevereiro um protocolo que proporcionará formação de alta qualidade, ministrada através do organismo que gere a Rede de Mediatecas de Angola (ReMA) por instrutores da «Microsoft Imagine Academy» no nosso país. Na cerimónia de assinatura do acordo de cooperação, realizada na sala de conferências da Mediateca Zé Dú,

ReMA alargou parcerias

ReMA alargou parcerias

Desde o passado dia 13 de Fevereiro que a Rede de Mediatecas de Angola (ReMA) passou a contar com um novo grupo de parceiros de cooperação de onde se destacam a Microsoft, Cruz Vermelha de Angola, Faculdade de Medicina da Universidade Agostinho Neto, Da Banda, Tralect Internacional, Legis Palop, o jornalista Victor Hugo Mendes e

Mediateca do Huambo acolheu Encontro da Educação

Mediateca do Huambo acolheu Encontro da Educação

A Direcção Municipal da Educação, Ciências e Tecnologia promoveu durante três dias, na Mediateca do Huambo, o «I Encontro técnico municipal da educação», tendo a sua abertura ocorrido no passado dia 6 de Fevereiro. Sob o lema «Um olhar atento sobre a problemática de ensino de qualidade no ensino primário – análise e perspectivas de

«Conversa Dura» com Zola Vida

«Conversa Dura» com Zola Vida

A Mediateca 28 de Agosto realizou, no passado mês de Outubro, mais uma sessão do «Conversa Dura», rúbrica regular do Clube de Leitura que acolheu nesta edição Zola Vida, autor da obra de poesia «Contemplando o invisível». Na sessão, o escritor Zola Vida teve a oportunidade de explicar os seus primeiros passos no mundo da

ReMA deseja Feliz e Próspero Ano de 2017

ReMA deseja Feliz e Próspero Ano de 2017

A Rede de Mediatecas de Angola (ReMA) endereça a todos os seus utentes, colaboradores, parceiros e população angolana em geral os mais sinceros votos de um Feliz e Próspero Ano Novo de 2017 !

Ler mais

Rede de Mediatecas de Angola

Redes Sociais

© ReMA 2012 | Rede de Mediatecas de Angola | Todos os direitos reservados.