Subscrever RSS
banner

Bibliothèque publique d’information

O BPI (Bibliothèque Publique d’Information ou do inglês Public Information Library) é uma instituição pública tutelada ao Ministério da Cultura francês, localizando-se nas instalações do Centro Pompidou.

Desde a sua inauguração em 1977, a democratização da cultura tem estado no centro das suas preocupações, evidenciando-se esse valor nos seus princípios de funcionamento, nos conteúdos das suas colecções, nos eventos ou na sua acção territorial e internacional.

Deste modo o BPI é um espaço no qual o utilizador encontra simultaneamente: zonas de leitura e de trabalho aberto a todos; artigos e Colecções enciclopédicas, que poderá consultar presencialmente ou através do site da mediateca; as actividades culturais organizadas no Centro Pompidou (conferências, debates, exposições, projecções de filmes documentários, entre outros).

Os seus princípios de funcionamento assentam: no facultar do livre acesso e autonomia nas consultas e pesquisas dos seus utilizadores; na actualização das informações,notícias e dados, proveniente da renovação constante e contínua do stock informativo; na modernização das suas tecnologias a fim de garantir um melhor acesso à informação, principalmente quando esta se realiza à distância.

A sua organização e o espaço da mediateca estrutura-se segundo um design de open space, dividido por 3 pisos, estando cada um identificado com valências específicas e vocacionados para determinados objectivos.

Em cada um desses espaços existe um conjunto de computadores com acesso à internet e aos conteúdos digitais associados aos temas do espaço em que se insere. Assim, o que se encontra nesta Mediateca são várias áreas de conhecimento que congregam vários suportes de disponibilização de conteúdos e informação. Encontramos, por isso, uma divisão material, ao nível dos conteúdos, e não uma divisão ao nível do tipo de suporte utilizado. O que permite uma melhor pesquisa dos temas pretendidos.

Assim, do que podemos encontrar na Mediateca, identificámos os seguintes espaços, que, não sendo estanques, são facilmente identificáveis:

  • Espaço de comunicação social, que disponibiliza jornais e revistas em papel;
  • Espaço noticioso, com canais noticiosos de vários países;
  • Centro de auto-formação;
  • Espaço de filmes a pedido;
  • Espaço dedicado à música e documentos falados, com piano acessível a quem pretender praticar este instrumento;
  • Emprego e Formação, que dá apoio a quem procura emprego (com ajuda sobre como construir um CV e carta de apresentação);
  • Espaço de estudo e consulta.

Para além de um espaço dedicado à leitura e ao estudo, com mesas por todo o espaço, a Mediateca dispõe ainda de um conjunto de serviços, suportados em meios digitais, que importa salientar, atendendo à relevância que os mesmos vão tendo na sociedade civil francesa:

  • Digital Library: através deste serviço, a Mediateca realiza conferências que grava e disponibiliza na página de internet, produzindo, desta forma, os próprios conteúdos digitais que pretende disponibilizar;
  • Catálogo digital que congrega toda a informação disponível na Mediateca, acessível através da introdução de palavras-chave e que fará a busca por todos os conteúdos e fundo documental disponível na Mediateca;
  • Bases de Dados especializadas;
  • Colecções de serviços disponíveis para deficientes: auditivos, invisuais, etc.;
  • Actividades culturais acessíveis a todos, tais como conferências, debates, exposições;
  • Acções e formações destinadas aos profissionais de bibliotecas;
  • Internet e Wifi;
  • Fotocopiadoras, serviços de impressão e reprografia;
  • Cafetaria;
  • Perdidos e Achados;
  • Telefone.
Quanto aos conteúdos disponibilizados, verificamos que a maior parte é adquirida pela própria Mediateca, junto dos autores, de outras Bibliotecas e dos editores, estabelecendo-se protocolos especiais de entendimento com todos eles. Outros conteúdos são produzidos pela própria instituição, ainda que em menor quantidade. Quanto a estes, a produção interna de conteúdos refere-se a assuntos de interesse local ou nacional.
 
 

Rede de Mediatecas de Angola

Redes Sociais

© ReMA 2012 | Rede de Mediatecas de Angola | Todos os direitos reservados.